AGQ Brasil | A importância do PBQP-H para as construtoras
AGQ Brasil, consultoria, treinamento, auditoria interna em sistemas de gestão como ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, ISO 17025, ISO 37301, ISO 27001, Regimento SiAC do PBQP-H, dentre outros.
Consultoria ISO 9001, Consultoria ISO 14001, Consultoria ISO 45001, Consultoria ISO 37301, Consultoria ISO 17025, Consultoria PBQP-H, Consultoria SiAC, Anexo VII do SiAC, Anexo 7 do SiAC, Auditoria Interna, SGI, SGQ, Auditoria ISO 9001, Auditoria ISO 14001, Auditoria ISO 45001, Auditoria ISO 37301, Auditoria ISO 17025, Auditoria PBQP-H, Auditoria SiAC, Consultoria ISO, Auditoria ISO, Consultoria ISO BH, Consultoria ISO 9001 BH, Consultoria ISO 14001 BH, Consultoria ISO 45001 BH, Consultoria SiAC PBQP-H BH, Consultoria ISO 37301 BH, Consultoria ISO 17025 BH, Belo Horizonte, Consultoria ISO SP, Consultoria ISO 9001 SP, Consultoria ISO 14001 SP, Consultoria ISO 45001 SP, Consultoria SiAC PBQP-H SP, Consultoria ISO 37301 SP, Consultoria ISO 17025 SP, SP, São Paulo, Consultoria ISO RJ, Consultoria ISO 9001 RJ, Consultoria ISO 14001 RJ, Consultoria ISO 45001 RJ, Consultoria SiAC PBQP-H RJ, Consultoria ISO 37301 RJ, Consultoria ISO 17025 RJ, Rio de Janeiro, RJ
3201
post-template-default,single,single-post,postid-3201,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-11.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-18920
 

A importância do PBQP-H para as construtoras

A importância do PBQP-H para as construtoras

Mercado: Certificações e Reconhecimento

Em um cenário empresarial competitivo, como o que vivemos atualmente as mudanças estão cada vez mais frequentes, o surgimento de novas tecnologias ocorre a todo o momento e às exigências dos clientes estão cada vez maiores. Então como se manter no topo? É recomendado para própria sobrevivência do empresário, acompanhar esse ritmo? O que seria necessário criar, para seguir adequado a essas transformações, amparado às normas legais exigidas e padrões de processos globais?

Atualmente uma sugestão simples é o atendimento pela empresa dos requisitos de algumas normas técnicas tipo ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, por exemplo. Específica da construção civil a norma PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat), que tem como sua principal meta melhorar a qualidade das moradias e modernizar a produção. Ou seja, o objetivo a longo prazo é tornar mais competitivo o valor dos imóveis, com soluções mais baratas para a construção diminuindo assim o déficit habitacional no país.

Porém uma empresa certificada PBQP-H obtém como consequência o reconhecimento diferenciado de seus clientes e pelo mercado, porque este público, inclusive os mais exigentes, enxerga que esta organização está em outro patamar quando comparada com seus concorrentes. Pois esta certificação exige o atendimento de determinadas normas, padrões rigorosos e controles sistemáticos de suas atividades, o que implica em maior qualidade de seus serviços e produtos.

Este é o primeiro benefício criado pela implantação de sistema para se obter uma certificação de sua empresa. O PBQP-H é visto como um Sistema de Gestão da Qualidade nacional, específico para a construção civil e também como forma de incentivo do Governo Federal. O programa atua não só nos processos construtivos, mas também nos administrativos com a finalidade de promover a qualidade, reflexo que pode ser visto no produto final, promovendo inclusive a geração de negócios e crescimento da empresa.

 

E por que implantar PBQP-H na minha empresa?

Parte importante do programa de incentivo e fomento do Governo Federal no setor da construção civil brasileiro, a empresa que adere ao PBQP-H tem facilidade para obter financiamentos em instituições de créditos públicas e privadas, fica apta a participar do programa “Minha Casa Minha Vida”(MCMV), além de poder participar de licitações municipais e estaduais.

Mas não é somente esse benefício “imediato” que o programa promove, a longo prazo, impacta diretamente na sustentabilidade do negócio, independente do mercado que a organização atua. Implementar um “Sistema de Gestão” organiza, mapeia e padroniza todos os processos importantes para aquela finalidade empresarial, seguindo uma ordem lógica e cronológica regida pelos requisitos da norma com objetivo de aumentar a eficiência dos mesmos, construindo um padrão de qualidade interno da empresa.

A consequência na empresa é o aumento da competitividade no setor da construção civil, pois sua organização passará a trabalhar de forma mais enxuta, somente com atividades com alto índice de valor agregado, diminuindo custos de processos ineficientes e sem importância descartados durante a certificação, contribuindo com a diminuição de desperdícios, retrabalhos e gastos com assistência técnica no pós-obra.

Além disso, a mudança para seus colaboradores será notória e substancial, aumentando o engajamento dos mesmos, que passam a trabalhar em um local mais organizado, com processos mais inteligentes que agregam valor ao produto final. O entendimento do conjunto das atividades passa a ser mais fácil, possibilitando uma construção mais rápida, usando métodos e ferramentas adequadas, definindo as responsabilidades e atribuições de cada um e exaltando o planejamento e controle dos setores. 

Sem contar a melhoria da comunicação, da moral e da satisfação interna na empresa, podendo gerar oportunidades de mercado externo e interno, melhoria na imagem com os futuros clientes, redução de riscos dos funcionários e uma confiança sólida na relação com fornecedores e investidores.

No final todo mundo ganha, o cliente por ter produtos e serviços de maior qualidade, o mercado por elevar o nível da competição e a sua empresa que terá uma margem de lucratividade maior, além de um diferencial competitivo e reconhecimento.

 

PBQP-H/2018: O que mudou no programa?

As construtoras e incorporadoras que trabalham com o Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H), devem sempre estar atentas às mudanças frequentes que têm ocorrido na norma. Em Janeiro de 2017, já havia ocorrido uma alteração no PBQP-H/SiAC e agora mais recente em Junho de 2018 uma nova versão atualizou de novo o PBQP-H/SiAC, ficando um pouco mais alinhado com a ISO 9001:2015.

Esta alteração de 2018 ocorreu no SiAC – Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras, um sistema dentro do PBQP-H que busca contribuir para a evolução dos patamares de qualidade do setor, com o objetivo de avaliar a conformidade, considerando as características específicas da atuação dessas empresas no setor da construção civil, baseando-se na série de normas ISO 9000.

 

MUDANÇAS MAIS IMPORTANTES (PBQP-H SiAC/2018):

 

  • Alinhamento com a ISO 9001:2015: Busca ideias e sugestões da ISO 9001:2015, através do direcionamento estratégico do Sistema de Gestão com a realidade da empresa, maior entendimento dos processos, gestão dos riscos e oportunidades, promove maior comprometimento da liderança e gestão do conhecimento organizacional.
  • Requisitos do PQO: O Plano de Qualidade da Obra (PQO), documento que contempla os principais pontos de uma obra, que adequa as suas particularidades e especificidades, foram incluídos a identificação e seleção dos processos do sistema de gestão da qualidade aplicáveis à obra, definição dos destinos adequados resíduos líquidos, meios para assegurar um ambiente de trabalho saudável e seguro e projeto atualizado do canteiro de obras. 
    • Passou a considerar requisitos de desempenho NBR 15.575 do projeto.
  • Controle Operacional da Obra: Agora além do planejamento, as empresas precisam demonstrar como controlam a execução do planejamento, critérios para medir as etapas, métodos para verificar prazos e soluções para falta de recursos.

.

PRAZOS PARA TRANSIÇÃO E ATENDIMENTO PBQP-H/2018

 

Toda mudança quando mal entendida gera problemas internos, mas para seguir melhor o caminho no sentido de obter essa adequação da sua empresa, ai vai algumas informações imprescindíveis, são elas:

  • Alteração publicada em Junho de 2018, o período de transição tem o prazo de 365 dias (01 ano) a contar da data da publicação. 
  • Já os certificados emitidos com base na antiga 2017, antes da data de publicação desta nova versão, terão sua validade respeitada. 
  • A partir da data de 15 de junho de 2019, as auditorias e a emissão de certificados só poderão ser feitas de acordo com o novo SiAC 2018. 
  • A validade da certificação SiAC 2017 terão prazo 365 dias contados da data de emissão da mesma.

 

QUERO SABER MAIS